Capítulo 11 de O mistério secreto


CAPÍTULO 11:
Daphne: o que acham de... (Daphne pára de falar quando vê Deise e Samuel entrando no restaurante).
Salsicha: Daphne.
Fred: é a Deise!
Salsicha: o que têm eles? Sempre vêm aqui.
Daphne pega seu casaco: podemos conversar depois? Até! Fred; nos vemos depois. Não se preocupe.
Daphne sai.
Salsicha: o que foi aquilo?
Fred: acho que Daphne não se sente à vontade com sua família desde que fugimos.
# uma novela de Rayrison Braga. Produzida pela rede Tv bonu televisão.  #
Daphne anda pelas ruas, passando pelas lojas da cidade. Ela estava pensativa. Mas até mesmo insegura, era belíssima, uma ruivinha inteligente, bonita e engraçada. Qual o seu erro? Seu erro era acreditar em todos e pensar que poderia esconder um segredo para sempre.
...
Sala de interrogatórios da delegacia de Vila Legal.
Xerife Stones: onde estava na hora que os garotos disseram ter avistado o corpo de Locked?
Sr. Dinkley: havia saído para fazer compras.
Xerife: você tem alguns recibos que comprovem o que disse?
Sr. Dinkley: não. Por que não comprei nada.
Xerife: estranho. Geralmente quem vai fazer compras, compra algo.
Sr. Dinkley: o que eu queria estava em falta.
Xerife: certo. Alguém lhe viu?
Sr. Dinkley: a atendente.
...
Xerife: viu esse homem hoje pela manhã?
Atendente: não. Nunca o vi em toda a minha vida.
Sr. Dinkley: garota, você está louca? Me viu hoje aqui. Fale a verdade.
Atendente: essa é a verdade senhor. Sinto muito.
Xerife: obrigado senhorita. Vamos Dinkley! Parece que terá de inventar uma nova desculpa.
O xerife e o pai de Velma saem. A atendente fica olhando-os misteriosamente. Ela vai até o celular e digita os números.
Atendente: eles vinheram aqui. Fiz o que me pediu!
...
Velma está deitada na sua cama limpando os olhos que cada vez mais se enchem de lágrimas. É quando seu celular toca, indicando que recebera uma mensagem.
Ela vai até o celular, olha a mensagem:
“Cuidado para não se afogar em suas próprias lágrimas espertinha – S”.
Ela continua a chorar com o celular na mão. É quando ela decide acabar com aquilo de uma vez por todas. Ela abre a janela e joga o celular. Ele quebra em vários pedaços.
Enxuga as lágrimas.
Velma: chega de mentiras. Chega de S!
Velma sai do quarto. Bate a porta.
...
Os cinco estavam lá na delegacia.  Já era noite. Tinham dado seus depoimentos, todos menos uma pessoa, Velma.
...
Casa dos Blake. Jantar de família. À mesa estão Samuel, Deise, Senhor E Sra. Blake.
Deise: vi Fred hoje no almoço.
Senhor Blake: ele falou com vocês? Daphne estava lá?
Deise: não, ela não estava e nós... Também não nos falamos.
Sra. Blake: por quê?
Deise: não sou falsa como você mãe. Sabe o que fizemos com eles. Só por que são ricos agora, querem se aproximar deles.
Flashback: “Os pais de Daphne estão no quarto dela, e ela na cama chorando os ouve gritando: Daphne nos ouça. Ele não é que nem nós. Ele não vem de uma família de nome! Só queremos o seu bem. Você algum dia vai cair na real: nome é igual à raça de um cachorro, se um cachorro não é de raça, não presta, se um namorado não é de raça, não presta.
Daphne: não importa que ele não tenha dinheiro ou nome. Eu o amo.
Sr. Blake: isso não é tudo!
Daphne: então o que quer de mim?
Sr. Blake: juízo, querida, juízo. Devia aprender isso com sua irmã, que se casou com um dos filhos do homem mais respeitados da cidade.
Os pais dela saem. Chorando, ela pega suas coisas e joga-as em uma mala. Retira o porta-retratos que havia no criado-mudo, o olha e coloca na mala. Usa um lençol para fugir pela janela”.
Sra. Blake: não somos assim.
Deise: então me digam como, por que eu não sei.
Deise sai da mesa, deixando o prato lá. Todos ficam em silêncio.
...
O xerife sai da sala de interrogatórios.
Xerife: Velma Dinkley!
Velma, que até agora não tinha dado nenhuma palavra, anda até a sala.
CONTINUA...
Mais notícias em: www.tvbonu.blogpot.com.br. (Entrem no site e vejam na página: PROMOÇÕES, como participar de: “O mistério secreto”).
Link:
Para comentar: Acham que Velma contará sobre seus pais? O que me dizem do comentário do pai de Daphne de que dinheiro e nome são tudo? Fariam o mesmo que ela; fugir por amor?
Compartilhar no Google Plus
    Blogger Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial